Melhor custo-benefício com arquiteturas sem servidor

A popularidade das estratégias sem servidor está crescendo, pois oferece economia por meio do gerenciamento de infraestrutura que não precisa de intervenção manual, permitindo que as organizações redirecionem seu orçamento de TI e os recursos de desenvolvimento das operações para a inovação. Com esse modelo operacional, não há servidores para provisionar, aplicar patches nem gerenciar, e tampouco software para instalar, manter e operar.

O estudo mais recente da Deloitte revela como sua organização pode reduzir significativamente o custo total de propriedade (TCO) optando por arquiteturas sem servidor. Saiba como a arquitetura sem servidor ajuda a:

  • Aumentar a agilidade com o consumo flexível sob demanda
  • Reduzir os custos de manutenção e desenvolvimento de aplicações
  • Reduzir o tempo de entrada no mercado com implantações mais rápidas e mais frequentes

Leia o whitepaper